Bemvindo Sequeira
bemvindo.art.br

CARREIRA

Joana_foto_Bemvindo.jpg

1966 - Tendo iniciado sua carreira teatral no Rio de Janeiro, ao lado dos também estreantes Gonzaguinha e Reinaldo Gonzaga com o espetáculo "JOANA EM FLOR", Bemvindo, perseguido durante a Ditadura,  se refugia na Bahia em 1970; lá, trabalhará nos próximos quatorze anos, dez deles  no Teatro Vila Velha, sob a direção de João Augusto Azevedo, carioca, ex-crítico da Tribuna da Imprensa e que  dirigia o grupo Teatro Livre da Bahia e o  Teatro Vila Velha;Bemvindo Sequeira em 49 anos de profissão trabalhou como ator e diretor em dezenas de peças teatrais, programas de tv, telenovelas, e filmes, sobre essas obras pode-se obter mais informações na página FOTOS deste site; 


Entre 1972 e 1974 atua como ator no  "Teatro de Cordel"de autoria de João Augusto Azevedo, com viagens por todo o Brasil e apresentações na França, Itália e Inglaterra;apresenta-se por toda a  França, e em Londres, Roma e interior da Itália. Trabalha com Eugenio Barba em Roma, e Jean Luis Barrault no Theatre D'Orsay em Paris;


Em 1975 ainda e sempre com o Teatro Livre participa de Festivais Mundiais de Teatro em Caracas, Bogotá e Panamá, com a peça "A Morte de Quincas Berro Dágua"de Jorge Amado; Cria a Associação dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Bahia - APATEDEBA , mais tarde o Sated Bahia , e é eleito seu vice-presidente, mais tarde, seu Presidente; 



Em 1978 cria e participa do Trabalho Conjunto de Salvador, uma ampla organização de massas na luta pela redemocratização; apóia a criação do Movimento Feminino Pela Anistia; cria o Comitê de Anistia; Cria e dirige o Centro Brasil Democrático - CEBRADE Bahia - ao lado  de Fernando Santana;  participa da elaboração da Lei 6533 que regulamentou a profissão de Artista,  e recebe o Registro Profissional  número 01 ; cria a primeira Intersindical no Brasil - a Ditadura proibia esta criação -  junto com Vanda Lacerda - RJ e Lélia Abramo - SP entre outros presidentes de Entidades.


Criador do moderno Teatro de Rua no Brasil - em l976 em Salvador - cuja realização manteve como Autor e Diretor até l979, ano em que cria e dirige o Projeto do Circo Teatro Livre da Bahia, um Circo com 1.200 lugares para apresentações circenses e de repertório teatral. Deste, o mais importante trabalho foi o espetáculo "Almanaque do Teatro Livre para l981". Este Projeto vem também acompanhado da criação de uma Casa de Cultura em Salvador, para Oficinas, Cursos e Seminários. Por três anos Bemvindo Siqueira manteve mais este vitorioso Projeto.


Foi o fundador e Presidente da Associação Profissional dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões da Bahia, mais tarde o Sindicatos dos Artistas.


Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Autores teatrais - SBAT


Membro do Conselho Estadual de Defesa da Propriedade Intelectual - Secretaria do Desenviolvimento - RJ


Por três anos - 1979/82 - exerceu a função  de crítico teatral do Jornal da Bahia - Salvador - BA


Publicou o livro "Humor, Graça e Comédia" ((Edição esgotada) sobre a arte do riso.







1966 - Início da carreira

bafo.jpg

1988- Bafo de Bode em "Tieta"

Mwendigo_PB_2.jpg

1998 - "Deus Lhe Pague"

Ferro__Velha.jpg

Com o primeiro elenco de "Ferro na Velha"

Canpanha_da_Kombi_1.jpg

1978 - Teatro de Rua - Salvador/BA

Zebedeu_15.jpg

Zebedeu, em "Mandacaru"